Pesquisar

Publicidade

Energia Sustentável: 3 casos de Vantagens e Desvantagens. As vantagens e desvantagens das energias sustentáveis em nosso cotidiano é uma discussão que tem sido colocada na sociedade, além do que a importância ambiental e o impacto social desta energia sobre o nosso meio ambiente é de extrema importância para o desenvolvimento sustentável e para a sustentabilidade das cidades. Vejamos 3 casos que abordam o tema.

Energia Sustentável: 3 casos de Vantagens e Desvantagens



1 - As vantagens e desvantagens da energia eólica.


Impacto econômico da energia eólica para os produtores.


Um estudo sobre a comparação do impacto econômico dos diferentes sistemas de previsão de energia eólica para os produtores, importante para o desenvolvimento sustentável a partir do uso qualificado dos recursos naturais do meio ambiente pela sociedade demonstrou que as previsões deterministas de produção eólica para 72h em um único parque eólico ou a nível regional estão entre os principais requisitos dos usuários finais. No entanto, para uma gestão otimizada de produção de energia eólica e distribuição, é importante fornecer, juntamente com uma previsão determinista, uma probabilística.


Previsão determinista vs probalística


Segundo o texto a previsão determinista consiste de um único valor para cada momento no futuro para a variável a ser prevista, enquanto a previsão probabilística informa sobre probabilidades para potenciais eventos futuros. Isto significa que fornecer informações sobre a incerteza (ou seja, uma previsão) em adição à previsão de alimentação de um único valor habitualmente fornecidas.

Já, para os autores, a aplicação probabilística está relacionada com a comercialização de energia nos mercados futuros de eletricidade e tem sido demonstrado que, quando da negociação da futura produção de energia eólica, usando previsões de energia eólica probabilísticas pode-se obter benefícios mais elevados do que os obtidos usando somente previsões determinísticas.

Assim, a pesquisa demonstra que na verdade, usando previsão probabilística é possível resolver equações do modelo econômico que tentam otimizar receita para o produtor, dependendo, por exemplo, das sanções específicas para erros de previsão válidos nesse mercado.

Metodologia da pesquisa sobre energia eólica



Neste estudo, informa os autores, aplicou-se um sistema probabilísticos de previsão de energia eólica com base no método "conjunto analógico" para a licitação de energia eólica, no caso de um parque eólico localizado na Itália. A renda por hora real para a planta é calculada considerando os preços reais da energia de venda e penalidades proporcionais ao desequilíbrio, definido como a diferença entre o dia que antecede ao oferecido e a produção real.

De acordo com o texto o benefício econômico de usar uma abordagem probabilística para a licitação de energia para o dia seguinte são avaliados, resultando em um aumento de 23% da renda anual para o proprietário do parque eólico no caso de saber "a priori" os futuros preços da energia. A incerteza na previsão de preços reduz parcialmente o benefício econômico obtido por meio de um sistema de previsão de energia probabilística.

Fonte

Alessandrini, S., Davo, F., Sperati, S., Benini, M., e Delle Monache, L .: comparação entre o impacto económico dos diferentes sistemas de previsão de energia eólica para os produtores, Adv.


Imagem: Por Heitor Carvalho Jorge - Obra do próprio, GFDL, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=5332123


Leia também: Biomassa e a produção de Biodiesel no Brasil




2 - Vantagens das Previsões de Longo Prazo para o Mercado de Energia




Previsões de Longo Prazo para o Mercado de Energia. Estudo publicado em Advances in Science and Research tratou da necessidade de realização de previsões do tempo de longo alcance para eficiência do mercado de energia

Segundo o texto os sistemas de energia provavelmente estão na maior transição observada em sua história. Muitas nações concordaram em reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa (GEE) com compromissos internacionais, por exemplo, mais recentemente, com o Acordo de Paris (UNFCCC, 2015). 

Previsões de Longo Prazo para o Mercado de Energia
by Pixabay


Para os autores, no entanto, simultaneamente com as reduções de emissões acordadas, há um rápido aumento na demanda no mercado de energia, especialmente nas economias em desenvolvimento. Portanto, existe a necessidade de fornecimento de energia confiável, segura e auto-suficiente e de equilibrar a intermitência da geração extensiva de energia eólica e solar que exige diferentes sistemas de energia flexível. Esses fatores combinados causaram investimentos maciços em todo o mundo. 

A pesquisa ressalta que o clima desempenha um papel essencial nos sistemas de energia do futuro; eles fornecem o potencial (por exemplo, energia solar, água, vento, ondas), mas também podem perturbar a produção de energia (por exemplo, tempestades, calor, neve, congelamento). Para uma produção e uso de energia aprimorados e inovadores, são necessárias previsões e aplicações meteorológicas aprimoradas e inovadoras para garantir que os sistemas de energia funcionem em seu melhor nível. 

O trabalho foi feito em conjunto pelo Instituto Meteorológico Finlandês (FMI) e Helen Ltd, o principal fornecedor no mercado de energia da área metropolitana de Helsínquia. Este estudo é um exemplo das necessidades do setor energético finlandês na previsão de longo prazo. A Helen Ltd produz e fornece eletricidade e aquecimento e arrefecimento urbano em Helsínquia. 

Para os pesquisadores a produção e o consumo são em grande parte regidos pelas temperaturas, o que significa que a previsão de longo alcance da temperatura seria altamente útil para a Helen Ltd se a habilidade prevista for boa o suficiente (ou seja, melhor do que um valor baseado no clima). 

Segundo a publicação a primavera e o outono são os momentos mais importantes do ano para os fornecedores de energia; decisões devem ser tomadas com relação à quantidade de energia que deve ser comprada e vendida de / para estoque. 

Concluí o trabalho que o grau de aquecimento (HDD) é um parâmetro que indica a demanda de energia para aquecer um edifício e, portanto, é um parâmetro útil para os provedores de aquecimento urbano, como Helen Ltd. Neste estudo, examinou-seo HDD mensal previsto valores para Helsinque usando as previsões sazonais do UK Met Office (MacLachlan et al., 2015)


Otto Hyvärinen, Antti Mäkelä, Matti Kämäräinen, and Hilppa Gregow Long-range forecasts for the energy market – a case study Adv. Sci. Res., 14, 89–93, 2017 Disponível em<https://www.adv-sci-res.net/14/89/2017/asr-14-89-2017.pdf> 24/03/2018





3 - Congresso quer Captação de Energia Solar e Águas Pluviais em prédios da União.


CCJ aprova projeto de lei em que a captação de energia solar e águas pluviais em prédios da União será obrigatória.

   
Da Agência Senado

Captação de Energia Solar e Águas Pluviais
by Pixabay


Prédios públicos de uso da União - em construção, alugados ou em reforma - poderão ter de instalar sistemas de captação de energia solar e de captação, armazenamento e utilização de águas pluviais. A determinação está prevista no PLS 317/2015, do senador Dário Berger (PMDB-SC), aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) nesta quarta-feira (14).

A proposta recebeu parecer favorável, com três emendas, do relator. Uma dessas alterações busca eliminar uma “inconstitucionalidade material” do texto. Segundo ele, o projeto afrontava a autonomia dos demais entes federativos (estados, Distrito Federal e municípios) ao impor a exigência de instalação desses sistemas em seus prédios públicos. Para corrigir o equívoco, o relator decidiu restringir o alcance da medida aos imóveis da União.

Outra falha apontada foi a falta de “imperatividade e coercibilidade” do projeto, já que não eram previstas sanções em caso de descumprimento da nova exigência. Assim, o relator acrescentou a previsão de multa de R$ 5 mil a R$ 50 mil – sem prejuízo de demais sanções penais, cíveis e administrativas cabíveis – para o gestor público que não incluir a instalação dos dois sistemas nos editais de licitação para construção e reforma em prédios da União.

Por outro lado, o relator teve a preocupação de isentar os gestores de responsabilidade caso não exista dotação orçamentária suficiente para as obras propostas no PLS 317/2015. O relator observou não ser possível impor a punição quando fatores externos à vontade desses dirigentes impediram a realização do serviço.

“De fato, o aproveitamento da água da chuva constitui uma das principais alternativas para combater a atual crise hídrica. O aproveitamento da energia solar também vai ao encontro das melhores práticas de desenvolvimento sustentável, contribuindo para o meio ambiente e para a redução do consumo de energia elétrica”, comentou o relator no parecer.

Ainda pelo PLS 317/2015, o governo terá 180 dias para regulamentar a lei gerada por sua aprovação. Já as medidas previstas começam a valer um ano após sua publicação.

O projeto segue para a Comissão de Meio Ambiente (CMA), onde terá votação terminativa.

Alterado

Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

.

Confira nas seções do Blog do Ensino de Ciências e Biologia publicações referentes a modelos de provas, exercícios, questões de concursos, vestibular e ENEM, conhecimentos pedagógicos e muito mais.


Aproveite e veja outras publicações!
Confira as mais lidas, as categorias ou as sugestões.
* Algumas questões foram retiradas de provas de concursos públicos em todo Brasil
Obrigado por sua visita.

. Postagens relacionadas, sugeridas e anúncios

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar no Google

Custom Search
 
Top