Publicidade

Texto para Aula de Ciências sobre Sustentabilidade, com perguntas.

Construções com materiais de isolamento de lã de ovelhas.

Um estudo científico publicado no site Fupress.net apresenta construções com materiais de isolamento de lã de ovelhas.

Segundo a pesquisa painéis de isolamento avançados são obtidos através da reciclagem de lã de ovelhas regionais. 

Novos materiais usados na construção civil, sustentáveis por definição, com tecnologias e design inovadores são fundamentais para geração de cidades com sustentabilidade.


A pesquisa científica visou o desenvolvimento de um painel avançado, equipado para o isolamento térmico e acústico das construções, construído a partir da reutilização e reciclagem de lã de ovelha local. 

O desenvolvimento de uma cadeia de produtos ecológicos (um painel de auto rolamento feito de lã - 100%) incentiva, por um lado, o uso de um material até agora classificado na Itália como resíduos especiais e, por outro lado, os efeitos positivos são as novas oportunidades para a criação de ovinos que agora está passando por uma recessão econômica.

Texto para Aula de Ciências sobre Sustentabilidade, com perguntas.


Responda:
1) Qual é o material utilizado na fabricação dos painéis?
2) Como eram os painéis avançados desenvolvidos no experimento?
3) Como é classificada essa matéria-prima na Itália?
4) Quais são os efeitos para a criação de ovinos?
5) Na sua opinião uso da lã de ovelha para a fabricação dos painéis é inquestionável? Por que? 

Texto de Ciências: Tecnologia e Sustentabilidade, com questões

Texto de Ciências: Tecnologia e Sustentabilidade
Imagem ilustrativa


Inovação e sistemas para economizar a produção de conforto energético


Um estudo científico destaca a tendência de inovações e sistemas que visam gerar conforto energético em construções econômicas.

Segundo a pesquisa a evolução na construção de edifícios para unidades econômicas em termos de energia exige mudanças substantivas nos componentes do sistema de equipamentos e projetos que são capazes de criar conforto para estas condições.

Para o autor hoje em dia, a tecnologia nos dá a oportunidade de criar sistemas compactos e eficientes. 

Os dispositivos para trocas de calor de alta potência têm tamanhos incrivelmente pequenos e desenhos interessantes em comparação com os de 30 a 50 anos atrás.

De acordo com o texto um cenário futuro mostra que o valor do investimento de edifícios seria realizado em 50% para a própria construção e 50% para estes dispositivos que oferecem conforto. 

Por fim, o estudo descreve que a maioria dos dispositivos de troca de calor também teria como função ser uma peça de mobiliário ou mesmo peças decorativas. 

Confira o estudo na íntegra aqui

Fonte: Maria-Alexandra Ivan, Inovação e sistemas para economizar a produção de conforto energético, Renovar. Environ energia. Sustentar. 1 , 14 (2016) © M.-A. Ivan, publicado pela Ciências da EDP de 2016  

Responda
1) Segundo o texto como são os novos dispositivos para trocas de calor de alta potência?
2) Qual seria a outra função dos dispositivos de troca de calor?
3) De que depende a evolução na construção de edifícios para unidades econômicas em termos de energia?

Texto para Aula de Ciências: Desenvolvimento sustentável vs crescimento econômico.

Texto para Aula de Ciências: Desenvolvimento sustentável vs crescimento econômico.

Desenvolvimento sustentável vs crescimento econômico.


Para Sayan Roy a interface de tecnologia para o mercado como soluções econômicas orientadas tecnologicamente parecem ter uma compreensão limitada das causas dos problemas que são criados para solucionar. 

Segundo o autor esta interface tecnológica, também, não consegue reconhecer a intrincada relação entre os seres humanos e seus ambientes. 

Em seu trabalho científico o pesquisador expõe a incapacidade percebida de quadros econômicos convencionais para capturarem o dinamismo, interações complexas e a natureza dos fenômenos de manutenção da vida na biosfera.

Assim, o escritor Questiona a eficácia dos instrumentos econômicos utilizados para abordar questões ambientais complexas, tais como as alterações climáticas e o desmatamento. A análise busca entender o ambiente e a sociedade no contexto de mercados e dos mecanismos de avaliação. 

Sua pesquisa avalia criticamente diferentes modelos de progresso econômico e desenvolvimento, utilizando conceitos baseados na ideia da 'economia política'. Ele explorou fatores como a influência da globalização sobre esses diferentes modelos e a relação entre as instituições financeiras internacionais, organismos de comércio e acordos que, continuamente, exercem pressões econômicas sobre os governos.


Fonte: Sayan Roy. Ashoka Trust for Research in Ecology and the Environment. acessado em 09/08/17

Responda

1) De acordo com o autor o que a interface tecnológica não consegue reconhecer?
2) Segundo o texto quais aspectos os quadros econômicos convencionais são incapazes de perceberem?
3) Quais fatores o autor explorou em sua pesquisa?

Questões de Biologia sobre Roedores (Ratos)

Questões de Biologia sobre Roedores (Ratos)


1) (Pró_município/2011) O animal vertebrado integrante da família Muridae é popularmente conhecido como:

A) Cachorro;

B) Gato;

xC) Rato;

D) Coelho;

E) Galo.


2) (Pró_município/2011) A doença ocasionada em virtude do contato de humanos com a urina de ratos é denominada:

A) Leishmaniose;

B) Brucelose;

xC) Leptospirose;

D) Cisticercose;

E) Neurocisticercose.


3) (Pró_município/2011) Quanto a alimentação dos ratos, assinale a alternativa que aponta corretamente sua classificação:

xA) Onívoros;

B) Carnívoros;

C) Herbívoros;

D) Frutívoros;

E) Aquíferos.


4) (Pró_município/2011) A espécie de rato comumente encontrada em locais fechados, como armários e despensas, é denominada:

A) Ratazana;

xB) Camundongo;

C) Ratos pretos;

D) Ratos de telhado;

E) Rato branco.


5) (Pró_município/2011) Assinale a alternativa que aponta corretamente um dos métodos biológicos de eliminação de ratos:

A) Ratoeira;

B) Gaiola;

C) Raticida;

xD) Gato;

E) Ultra-som.


6)(Pró_município/2011)  Os raticidas que causam a morte dos roedores em até 24 horas após a ingestão são denominados:

A) Potentes;

xB) Agudos;

C) Crônicos;

D) Graves;

E) Letais.


7) (Pró_município/2011) A peste bubônica é transmitida ao homem através da pulga do seguinte animal:

A) Cachorro;

B) Vaca;

xC) Rato;

D) Gato;

E) Cavalo.



Modelo de Teste de Ciências sobre doenças transmitidas por protozoários

Modelo de Teste de Ciências sobre doenças transmitidas por protozoários

Modelo de Teste de Ciências sobre doenças transmitidas por bactérias e protozoários



1) (CieBio) Como é denominada  doença conhecida como Úlcera de Bauru?

Leishmaniose;

2) (CieBio) Complete as frases: 

a) A Toxosplamose  é uma doença causada por um agente etiológico chamado Toxoplasma gondii 
b) Comum em alguma regiões do Brasil a Malária é uma doença perigosa e transmitida por agentes etiológicos do gênero Plasmodium.
c) Os protozoários são causadores de diversas doenças como a Giardíase que é uma molétia provocada pela Giárdia lambria 


3) (CieBio) Assinale as doenças transmitidas por protozoários:

(x) Amebíase;
(x) Giardíase;
(  ) AIDS
(  ) Sarampo
(  ) Gonorréia

4) Marque com um X a alternativa correta
I. (CieBio) O agente etiológico Entamoeba hitolytica é o causador da moléstia conhecida como:

(x) Amebíase;
( ) Giardíase;
( ) Balantidiose;
( )Tricomoníase;
( ) Toxosplamose.


II. (CieBio) a doença que é causada pelo  agente etiológico conhecido como Trichomonas vaginalis:

( ) Amebíase;
( ) Giardíase;
( ) Balantidiose;
(x) Tricomoníase;

( ) Toxosplamose.


III. A leishmaniose tegumentar americana (LTA) é uma doença infecciosa, não contagiosa, que provoca úlceras na pele e mucosas. A LTA é transmitida pela picada de insetos fêmeas infectadas. O agente infeccioso dessa doença é

( ) bactéria. 
( ) vírus.

(x) protozoário. 
( ) fungo.

Mudanças socioeconômicas podem causar desequilíbrios ecológicos e aumento de vetores | Texto para aula


Mudanças socioeconômicas podem causar desequilíbrios ecológicos e aumento de vetores

Plantas invasoras facilitadas por mudanças socioeconômicas abrigam vetores de tifo e febre maculosa

De acordo com pesquisa realizada por pesquisadores mudanças socioeconômicas podem ter conseqüências inesperadas para a saúde humana induzidas principalmente por plantas invasoras, que podem se tornar um ponto de acesso para doenças infecciosas emergentes, mas geralmente são muito difíceis de serem erradicadas. 

O trabalho investigou como as invasões da planta Leucaena leucocephala causadas pelo abandono generalizado de terras cultivadas devido à industrialização afetaram a abundância de ácaros e carrapatos na ilha de Penghu, Taiwan. 

Os cientistas detectaram a abundância de ectoparasitas em pequenos mamíferos em três tipos de habitats (local da invasão, campo agrícola, residencia humana) a cada dois meses durante um ano. Com base na carga de ectoparasitas, os locais de invasão abrigavam mais ácaros e carrapatos do que os outros dois habitats.

Para os estudiosos os determinantes ecológicos da maioria das doenças emergentes transmitidas por vetores são pouco estudados, particularmente para doenças tropicais negligenciadas. Os impactos socioeconômicos podem ter efeitos significativos de riscos para doenças transmitidas por vetores, por meio de uma mudança na cobertura vegetal, facilitando particularmente a invasão de plantas exóticas, apesar disso os estudos relacionados a esses temas permanecem muito escassos. 

Por fim, o texto afirma que o tifo e a febre maculosa são doenças negligenciadas que emergem em todo o mundo e são transmitidas por ácaros e carrapatos infectados por Orientia tsutsugamushi e Rickettsia spp., Respectivamente, com pequenos mamíferos como hospedeiros primários de ambos os vetores.

No futuro, uma abordagem mais abrangente que integre socioeconômica, uso da terra, espécies exóticas e saúde humana deve ser considerada para entender completamente o potencial surgimento de doenças transmitidas por vetores.

Responda:
1) Segundo o texto de que decorreu as invasões da planta Leucaena leucocephala ?
2) Em quais habitats foram detectados ectoparasitas em abundância?
3) Em que  os impactos socioeconômicos podem ter efeitos significativos?


Fonte:
Citation: Wei C-Y, Wang J-K, Shih H-C, Wang H-C, Kuo C-C (2020) Invasive plants facilitated by socioeconomic change harbor vectors of scrub typhus and spotted fever. PLoS Negl Trop Dis 14(1): e0007519. https://doi.org/10.1371/journal.pntd.0007519

10 Questões de Biologia sobre Zoonoses para Concursos, com gabrito

10 Questões de Biologia sobre Zoonoses



1. (COMPERVE/Paranamirim/2019) A leishmaniose visceral é uma doença infecciosa sistêmica, caracterizada por febre de longa duração, aumento do fígado e baço, perda de peso, fraqueza, redução da força muscular, anemia e outras manifestações. Sabemos que es sa enfermidade é
A) infecto-contagiosa e a sua prevenção nos humanos ocorre por meio de uma vacina
antileishmaniose visceral em comercialização no Brasil.
B) transmitida aos seres humanos pela mordida de cães naturalmente infectados pelo inseto vetor contaminado.
C) transmitida, no Brasil, pela raposa Cerdocyon thous, espécie responsável pela
manutenção da enfermidade na zona rural e urbana.
D) uma zoonose de evolução crônica que, se não tratada, pode evoluir para óbito em até 90% dos casos, em humanos.

2. Existe de uma zoonose cujos principais sinais e sintomas são: febre, gânglios aumentados, hepatoesplenomegalia (aumento do fígado e baço), podendo evoluir para pneumonia e encefalite. A sua forma congênita pode ocasionar, no feto, alterações oculares, hidrocefalia, microcefalia, retardo mental, convulsões, anemia, problemas no fígado e , mais raramente, podem ocorrer o aborto e o natimorto. O quadro clínico relatado refere-se à
A) tuberculose.
B) leishmaniose.
C) raiva.
D) toxoplasmose.

Publicidade
3. Marque a opção que NÃO é uma zoonose transmitida por cães e gatos: 
A) Raiva; 
B) Sarna; 
C) Leptospirose; 
D) Dengue; 
E) Nenhuma opção anterior.

4. A doença de Chagas (ou tripanossomíase americana) é a infecção causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi que é transmitido por insetos hematófagos. A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo inseto penetram pelo orifício produzido com a picada. Os agentes de controle de zoonoses têm papel fundamental na identificação e encaminhamento dos insetos coletados para os laboratórios de identificação.
O inseto transmissor da doença de Chagas é conhecido popularmente como
A) barbeiro.
B) pernilongo.
C) mosquito-palha.
D) mosquito-prego.

Fonte: Adaptado de Gordis, 1996.


5. (Itaiçaba/2012) Os acidentes por animais peçonhentos não constituem doença transmissível, porém têm sido abordados juntamente com as zoonoses, uma vez que se trata de agravo, na qual ocorre a agressão por um animal e o quadro clínico é consequente à ação de toxinas inoculadas pelas picadas. Sobre este assunto, marque a opção correta. 
A) As lagartas do gênero Lonomia enxames de abelhas são os principais agentes causadores de envenenamentos; 
B) A distribuição dos acidentes ofídicos no país indica incidências mais elevadas nas regiões Sudeste e Sul; 
C) A ocorrência dos acidentes ao longo do ano apresenta marcada sazonalidade, com predomínio dos casos nos meses frios e chuvosos; 
D) Paralelamente às ações de prevenção e controle dos animais peçonhentos, é imprescindível o fortalecimento das atividades de capacitação dos profissionais de saúde no diagnóstico e no tratamento; 
E) Mesmo com a correta administração dos soros específicos, há quase que totalidade na letalidade dos acidentes.

6. (Itaiçaba/2012) A raiva é uma doença de extrema importância para a saúde pública, devido a sua letalidade de aproximadamente 100%. No controle dessa doença, o agente de controle de zoonoses deve ser capaz de identificar sinais e sintomas e encaminhar os casos suspeitos (humanos e animais) à unidade de saúde de referência. São sinais e sintomas característicos dessa doença em humanos:
A) erupções cutâneas, inflamação da conjuntiva ocular e das articulações.
B) vômitos com dor abdominal, diarreia aquosa, abundante, frequente e difícil de controlar.
C) espasmos dos músculos da garganta e língua, ao ver ou ao tentar ingerir líquido, e
salivação intensa.
D) febre vespertina, sudorese noturna e tosse na forma seca ou produtiva.

7. (Itaiçaba/2012) Ao agente de controles de zoonoses é importante reconhecer a cadeia epidemiológica das enfermidades, para conseguir, em muitos casos, evitar a disseminação dessas doenças.
Nesse contexto, o hospedeiro é
A) o agente que, na presença de sinais ou sintomas clínicos manifestos , é identificado por
métodos de laboratório ou pela reação positiva em testes cutâneos.
B) o nome dado ao desenvolvimento ou multiplicação de um agente infeccioso no organismo de uma pessoa ou animal.
C) um ser inanimado que hospeda um agente infeccioso causador de enferm idade que pode atingir os humanos.
D) uma pessoa ou animal vivo, incluindo as aves e os artrópodes que, em circunstâncias
naturais, permite a subsistência e o alojamento de um agente.


8. (COMPERVE/Paranamirim/2019) Há uma doença infecciosa causada por uma bactéria, presente na urina de ratos e de outros
animais infectados. Essa doença, que é transmitida ao homem principalmente por águas
contaminadas provenientes de alagamentos, córregos e esgotos é a
A) leishmaniose. 
B) brucelose. 
C) leptospirose.
D) aspergilose.

9. (COMPERVE/Paranamirim/2019)De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), em 2018 , houve aumento no registro de casos de raiva em animais silvestres no Rio grande do Norte, comparando -se com o mesmo período de 2017. Essa maior incidência de casos positivos, detectados em 2018, elevam os riscos de transmissão dessa doença aos seres humanos. O grau de risco de transmissão está relacionado a características do animal envolvido no acidente e à presença do vírus da raiva nesse animal, o que deve ser considerado na conduta dos profissionais de saúde para controle da doença. Mamíferos silvestres e domésticos são considerados reservatórios da raiva. São animais de baixo risco para a transmissão da raiva
A) raposas. 
B) morcegos.
C) coelhos.
D) bovinos.

10. (COMPERVE/Paranamirim/2019) A raiva é uma doença de extrema importância para a saúde pública, devido a sua letalidade de aproximadamente 100%. No controle dessa doença, o agente de controle de zoonoses deve ser capaz de identificar sinais e sintomas e encaminhar os casos suspeitos (humanos e animais) à unidade de saúde de referência. São sinais e sintomas característicos dessa doença em humanos:
A) erupções cutâneas, inflamação da conjuntiva ocular e das articulações.
B) vômitos com dor abdominal, diarreia aquosa, abundante, frequente e difícil de controlar.
C) espasmos dos músculos da garganta e língua, ao ver ou ao tentar ingerir líquido, e
salivação intensa.
D) febre vespertina, sudorese noturna e tosse na forma seca ou produtiva.

10 Questões de Biologia sobre Zoonoses


Gabarito das questões de biologia sobre zoonoses

1.D
2.D
3.D
4.A
5.D
6.C
7.D
8.C
9.C
10.C

Questões de Concursos de Agente Zoonoses

Exercícios sobre Processos Exotérmicos e Endotérmicos

Exercícios sobre Processos Exotérmicos e Endotérmicos


1) Processos endotérmicos São:

xa) aqueles em que ocorre a absorção de calor. 
b) aqueles em que ocorre a eliminação de calor. 
c) aqueles em que não ocorrem a absorção nem eliminação de calor. 
d) aqueles em que ocorre a produção de calor. 


2) Sobre os Processos endotérmicos assinale a alternativa ERRADA

a) a entalpia (energia global simbolizada por H) dos produtos é maior que a entalpia dos reagentes, 
b) a variação da entalpia (ΔH) ou o calor envolvido nos processos endotérmicos será sempre um valor positivo. 
c) as equações químicas que simbolizam essas reações são representadas genericamente da seguinte forma: Reagentes + calor → Produtos
xd) Mudanças de estado Físico não são exemplo de reações endotérmicas

3) Sobre os Processos exotérmicos assinale a alternativa ERRADA:

a) São aqueles em que ocorre liberação de calor. 
xb) O prefixo exo significa “para dentro”.
c) Reagentes → Produtos + calor
d) Por exemplo, a combustão do gás hidrogênio libera calor

4) Não é um exemplo de Processos Endotérmicos 

a) Roupa secando no varal
xb) inflamação de combustíveis
c)  Gelo derretendo: para que a água sólida derreta, ele precisa captar uma determinada quantidade de calor, 
d)  Fotossíntese: a reação de fotossíntese que acontece nas plantas também é considerada uma reação endotérmica, uma vez que a planta adquire energia proporcionada pela luz do Sol:

5) Considerando os Processos exotérmicos analise os itens

I. Os processos exotérmicos são aqueles que acontecem com emancipação de calor. 
II. como se solta calor, a entalpia dos produtos é inferior a dos reagentes, por essa razão a oscilação da entalpia dos processos exotérmicos será sempre negativa

Está(ão) correto(s)
xa) I e II
b) somente I
c) somente I
d) nenhum dos itens

6) São exemplos de de processos exotérmicos, EXCETO

a) inflamação de combustíveis, 
b) queima de papel, madeira, palha de aço, 
c) Neve: para que água passe do estado líquido para o sólido, produzindo a neve, é necessário que ocorra a perda de energia
xd) Roupa secando no varal

7) Sobre os processos exotérmicos assinale a alternativa ERRADA
a) A água líquida colocada em um congelador perde calor e congela. (processo exotérmico)
b) Mudanças de estado que liberam calor são denominados processos exotérmicos
c) água líquida > água sólida + calor liberado (processo exotérmico)
xd) passagem da água sólida para o estado líquido (processo exotérmico)

Gabarito das questões sobre processos exotérmicos e endotérmicos


1.A
2.D
3.B
4.B
5.A
6.D
7.D
Exercícios sobre Processos Exotérmicos e Endotérmicos


5 perguntas para pesquisa sobre processos exotérmicos e endotérmicos

  1. Evaporação da agua é um processo endotérmico ou exotérmico?
  2. Secagem de roupa é endotermico ou exotérmico?
  3. Oxidação é endotermica ou exotermica?
  4. O que é transformação exotérmica?
  5. Classifique os processos em endotérmicos ou exotermicos

Exercícios para 6º e 9º Ano do Ensino Fundamental e para Química Ensino Médio

Competências Específicas de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias para o Ensino Médio

Competências Específicas de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias para o Ensino Médio da BNCC

Competências Específicas de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias para o Ensino Médio da BNCC

1. Analisar fenômenos naturais e processos tecnológicos, com base nas interações e relações entre matéria e energia, para propor ações individuais e coletivas que aperfeiçoem processos produtivos, minimizem impactos socioambientais e melhorem as condições de vida em âmbito local, regional e global.

2. Analisar e utilizar interpretações sobre a dinâmica da Vida, da Terra e do Cosmos para elaborar argumentos, realizar previsões sobre o funcionamento e a evolução dos seres vivos e do Universo, e fundamentar e defender decisões éticas e responsáveis.

3. Investigar situações-problema e avaliar aplicações do conhecimento científico e tecnológico e suas implicações no mundo, utilizando procedimentos e linguagens próprios das Ciências da Natureza, para propor soluções que considerem demandas locais, regionais e/ou globais, e comunicar suas descobertas e conclusões a públicos variados, em diversos contextos e por meio de diferentes mídias e tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC).

Competências específicas de Ciências da Natureza para o Ensino Fundamental segundo a BNCC

Segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em articulação com as competências gerais da Educação Básica, a área de Ciências da Natureza – e, por consequência, o componente curricular de Ciências –, devem garantir aos alunos o desenvolvimento de competências específicas


Competências específicas de Ciências da Natureza para o Ensino Fundamental segundo a BNCC

Quais são as competências específicas de Ciências da Natureza para o Ensino Fundamental segundo a BNCC?


1. Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano, e o conhecimento científico como provisório, cultural e histórico. 

2. Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da Natureza, bem como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação científica, de modo a sentir segurança no debate de questões científicas, tecnológicas, socioambientais e do mundo do trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva. 

3. Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao mundo natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se estabelecem entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da Natureza. 

4. Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de suas tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo, incluindo aqueles relativos ao mundo do trabalho. 

5. Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis e negociar e defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental e o respeito a si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza. 

6. Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problemas das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética. 

7. Conhecer, apreciar e cuidar de si, do seu corpo e bem-estar, compreendendo-se na diversidade humana, fazendo-se respeitar e respeitando o outro, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza e às suas tecnologias. 

8. Agir pessoal e coletivamente com respeito, autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, recorrendo aos conhecimentos das Ciências da Natureza para tomar decisões frente a questões científico-tecnológicas e socioambientais e a respeito da saúde individual e coletiva, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários.

Planejamento de Ciências 7º Ano Ensino Fundamental, BNCC


Planejamento de ciências 7º Ano do Ensino Fundamental, BNCC.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular 4.3.1.2. Ciências no Ensino Fundamental – Anos Finais: unidades temáticas, objetos de conhecimento e habilidades.

Nível de EnsinoEnsino Fundamental 7º Ano
Componente CurricularCiências
Modalidade de EnsinoEducação Presencial

1. Objetivos Gerais

Desenvolver a capacidade de compreender o mundo e atuar como indivíduo e como cidadão, utilizando conhecimentos de natureza científica e tecnológica, estimulando o aprendizado em matéria de população e de vida familiar, despertando o interesse e a curiosidade pela Ciência, pela realidade local e universal, por meio de explorações e pela sistematização dos conhecimentos, enfatizando as relações no âmbito da vida do ambiente, do Universo e dos equipamentos tecnológicos, para melhor situar-se em seu mundo e a exploração das vivências, saberes, interesses e curiosidades dos alunos sobre o mundo natural e material continua sendo fundamental.

2. Conteúdos, Objetivos específicos e habilidades

2.1 Unidade Temática: Matéria e energia

Objetos de conhecimento

  • Máquinas simples
  • Formas de propagação do calor
  • Equilíbrio termodinâmico e vida na Terra
  • História dos combustíveis e das máquinas térmicas

HABILIDADES

  • (EF07CI01) Discutir a aplicação, ao longo da história, das máquinas simples e propor soluções e invenções para a realização de tarefas mecânicas cotidianas.
  • (EF07CI02) Diferenciar temperatura, calor e sensação térmica nas diferentes situações de equilíbrio termodinâmico cotidianas.
  • (EF07CI03) Utilizar o conhecimento das formas de propagação do calor para justificar a utilização de determinados materiais (condutores e isolantes) na vida cotidiana, explicar o princípio de funcionamento de alguns equipamentos (garrafa térmica, coletor solar etc.) e/ou construir soluções tecnológicas a partir desse conhecimento.
  • (EF07CI04) Avaliar o papel do equilíbrio termodinâmico para a manutenção da vida na Terra, para o funcionamento de máquinas térmicas e em outras situações cotidianas.
  • (EF07CI05) Discutir o uso de diferentes tipos de combustível e máquinas térmicas ao longo do tempo, para avaliar avanços, questões econômicas e problemas socioambientais causados pela produção e uso desses materiais e máquinas.
  • (EF07CI06) Discutir e avaliar mudanças econômicas, culturais e sociais, tanto na vida cotidiana quanto no mundo do trabalho, decorrentes do desenvolvimento de novos materiais e tecnologias (como automação e informatização).

2.2 Unidade Temática Vida e evolução

Objetos de conhecimento

  • Diversidade de ecossistemas
  • Fenômenos naturais e impactos ambientais
  • Programas e indicadores de saúde pública
Publicidade

HABILIDADES
  • (EF07CI07) Caracterizar os principais ecossistemas brasileiros quanto à paisagem, à quantidade de água, ao tipo de solo, à disponibilidade de luz solar, à temperatura etc., correlacionando essas características à flora e fauna específicas.
  • (EF07CI08) Avaliar como os impactos provocados por catástrofes naturais ou mudanças nos componentes físicos, biológicos ou sociais de um ecossistema afetam suas populações, podendo ameaçar ou provocar a extinção de espécies, alteração de hábitos, migração etc.
  • (EF07CI09) Interpretar as condições de saúde da comunidade, cidade ou estado, com base na análise e comparação de indicadores de saúde (como taxa de mortalidade infantil, cobertura de saneamento básico e incidência de doenças de veiculação hídrica, atmosférica entre outras) e dos resultados de políticas públicas destinadas à saúde.
  • (EF07CI10) Argumentar sobre a importância da vacinação para a saúde pública, com base em informações sobre a maneira como a vacina atua no organismo e o papel histórico da vacinação para a manutenção da saúde individual e coletiva e para a erradicação de doenças.
  • (EF07CI11) Analisar historicamente o uso da tecnologia, incluindo a digital, nas diferentes dimensões da vida humana, considerando indicadores ambientais e de qualidade de vida.

2.3 Unidade Temática: Terra e Universo

Objetos de conhecimento

  • Composição do ar
  • Efeito estufa
  • Camada de ozônio
  • Fenômenos naturais (vulcões, terremotos e tsunamis)
  • Placas tectônicas e deriva continental

HABILIDADES
(EF07CI12) Demonstrar que o ar é uma mistura de gases, identificando sua composição, e discutir fenômenos naturais ou antrópicos que podem alterar essa composição.
(EF07CI13) Descrever o mecanismo natural do efeito estufa, seu papel fundamental para o desenvolvimento da vida na Terra, discutir as ações humanas responsáveis pelo seu aumento artificial (queima dos combustíveis fósseis, desmatamento, queimadas etc.) e selecionar e implementar propostas para a reversão ou controle desse quadro.
(EF07CI14) Justificar a importância da camada de ozônio para a vida na Terra, identificando os fatores que aumentam ou diminuem sua presença na atmosfera, e discutir propostas individuais e coletivas para sua preservação.
(EF07CI15) Interpretar fenômenos naturais (como vulcões, terremotos e tsunamis) e justificar a rara ocorrência desses fenômenos no Brasil, com base no modelo das placas tectônicas.
(EF07CI16) Justificar o formato das costas brasileira e africana com base na teoria da deriva dos continentes.

3. Abordagem metodológica (Metodologia, Estratégias e Recursos)

  • Exposição dialogada (conversa com os estudantes)
  • Apresentação dos fatos, levantamento de interpretações, dúvidas e questões dos próprios estudantes.
  • Jogos e simulações. 
  • Exploração bibliográfica, 
  • Entrevista, 
  • Experimentação, 
  • Trabalho de campo registradas de diferentes formas, para proporcionar melhor aprendizagem;
  • Apresentação de seminário, relatório ou outras formas de conclusão.

4. Avaliação

Recuperar as discussões de valores e procedimentos efetuados em sala. 
A avaliação será feita através da resolução de problemas, listas de exercícios, participação nas atividades. 
AVALIAÇÃO QUALITATIVA. 
Realização das tarefas solicitadas; Organização do material, caderno; Correção das atividades; Acompanhamento pelo responsável; Ética e solidariedade nas relações.

Outros planejamentos





Observação. Planejamento sugestivo


Áreas de interesse:
Planejamento anual de ciências
Plano de aula de ciências
Planejamento de ciências
Plano de curso de ciências

.
Tecnologia do Blogger.
 

João 3 16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

voltar