Publicidade
A curiosidade sobre as baleias é algo que faz parte do imaginário coletivo da população. No Brasil, algumas vezes, acompanhamos notícias de alguma baleia que apareceu encalhada em uma praia. Entre nós a mais popular é a baleia jubarte. Pesquisadores estudaram o infanticídio em uma população de baleias assassinas que se alimenta de mamíferos. Pesquisa publicada em Scientific Reports.


Infanticídio em uma população de Baleia Orca assassina



O infanticídio pode ser um resultado extremo do conflito sexual que impulsiona a seleção nas espécies em que ocorre. É um comportamento raramente observado, mas algumas evidências de sua ocorrência em cetáceos existem em três espécies de golfinhos. 

Infanticídio em uma população de Baleia Orca assassina
Foto ilustrativa by Pixabay



Na pesquisa os cientistas descrevem observações de uma baleia assassina macho adulta ( Orcinus orca) e sua mãe pós-reprodutiva matando um neonato pertencente a uma fêmea não relacionada da mesma população no Pacífico Norte. Este é o primeiro relato de infanticídio relatado em baleias assassinas e o único caso cometido em conjunto por um homem adulto e sua mãe fora dos humanos. Consistente com os achados em outros mamíferos sociais, sugerimos que o infanticídio é um comportamento sexualmente selecionado em baleias assassinas que poderia fornecer oportunidades subsequentes de acasalamento para o macho infanticida e, assim, proporcionar benefícios de aptidão inclusiva para sua mãe.


Fonte:
Jared R. Towers ,Muriel J. Hallé, Helena K. Symonds ,Gary J. Sutton ,Alexandra B. Morton ,Paul Spong ,James P. Borrowman &John KB Ford Infanticídio em uma população de baleias assassinas que comem mamíferos Scientific Reports volume  8 , Número do artigo:  4366 ( 2018 )

Tradução Livre.

Compartilhe nas Redes Sociais!




Publicidade

O Blog do Ensino de Ciências e Biologia visa compartilhar publicações para troca de material e experiência entre professores, referentes a modelos de provas, exercícios, questões de concursos, vestibular e ENEM, conhecimentos pedagógicos e muito mais.


Postagens relacionadas, sugeridas e anúncios

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top