Pesquisar

Publicidade

O que é Agricultura Sustentável?

É o tipo de agricultura em que os agricultores desenvolvem estratégias inovadoras para produzirem e distribuírem alimentos, combustíveis e fibras de forma sustentável. Embora essas estratégias variam muito, todos elas abraçam três grandes pilares da sustentabilidade:
  • ·         Lucro a longo prazo
  • ·         Manejo do solo, ar e água
  • ·         Qualidade de vida dos agricultores, fazendeiros e suas comunidades


Há várias maneiras de realizar uma agricultura sustentável

Tipos de Agricultura Sustentável: Vantagens e Desvantagens.

  1. Um criador de gado pode dividir suas pastagens em um sistema de pastejo rotacionado para melhor gerir os recursos do solo e da água, melhorando a produtividade animal. 
  2. Em uma colheita agricultor campo pode implementar uma rotação para quebrar ciclos de pragas, melhorar a fertilidade do solo e reduzir os custos, ou utilizar culturas de cobertura não cultiváveis em seu benefício ao solo e capacidade de suprimir ervas daninhas.
  3. Um produtor de frutas e vegetais pode tentar uma nova abordagem de marketing, tais como a venda diretamente para restaurantes em uma cidade próxima a ganhar uma fatia maior.
Tipos de Agricultura Sustentável: Vantagens e Desvantagens
foto by rgs


Agricultura Sustentável e Agricultura social 

1 - Análise dos resultados das fazendas sociais.


Um estudo analisou a agricultura social: uma proposta para explorar os efeitos das variáveis ​​estruturais e relacionais nos resultados agrícolas sociais. Estas práticas são importantes projetos de responsabilidade social.

A agricultura social está ganhando cada vez mais atenção em várias partes da Europa, pois pode gerar vários benefícios socioeconômicos, para a agricultura familiar
A pesquisa faz parte de um projeto realizado por uma autoridade de saúde na região de Friuli Venezia Giulia, a fim de investigar agricultura social local, é uma primeira tentativa de analisar os resultados de exploração social e até que ponto eles são afetados, bem como pelo ambiente em que fazendas são incorporados. 
O modelo proposto é baseado na investigação das relações causais entre construções “estruturais”, “relacionais” e “resultados das fazendas sociais” (variáveis ​​latentes), e na identificação de suas escalas de medição (variáveis ​​observadas). 

As relações causais entre estas três construções foram testadas por meio de um modelo estrutural equação calculada com o método relação estrutural linear. 
Os resultados mostram que as fazendas sociais são influenciadas principalmente pelas variáveis ​​relacionais (por exemplo, sociais e das relações econômicas). 
Pelo contrário, as variáveis ​​estruturais (por exemplo, tamanho) não afetam diretamente os resultados, mas têm um efeito indireto negativo sobre eles, que é mediada pelas variáveis ​​relacionais.

Agricultura e responsabilidade social
Foto by Autor RGS

As descobertas sugerem que ao lado de apoio ao investimento estrutural, também é importante para fortalecer as relações e redes a nível local, a fim de reforçar os resultados de fazenda sociais. 
Em geral, os resultados contribuem para um maior entendimento das forças motrizes que afetam o desempenho do fazenda social e fornece aos políticos e os profissionais informações para dimensionar-se a agricultura social.




2 - Agricultura no Delta do Nilo e os Impactos Ambientais



Agricultura no Delta do Nilo e os Impactos Ambientais. O impacto ambiental da agricultura tradicional no meio ambiente e os problemas causados pela agricultura moderna, bem como as consequências para sociedade moderna são temas que vem sendo objeto de estudo. Os possíveis medidas de adaptação do setor agrícola no Delta do Nilo aos impactos da mudança climática foi objeto de estudo do Laboratório Central de Clima Agrícola (CLAC), Centro de Pesquisa Agrícola (ARC), Ministério da Agricultura e Recuperação de Terras, Egito.

Para os autores o sistema agrícola geral na região do Delta do Nilo é considerado um dos sistemas agrícolas intensivos e complicados mais altos do mundo. No entanto, de acordo com estudos recentes, a região do Delta do Nilo é uma das regiões altamente vulneráveis ​​do mundo para as mudanças climáticas. 

Segundo o estudo a elevação do nível do mar, degradação do solo e da água, padrão de colheita não-diversificado, redução de rendimento, pragas e gravidade da doença e manejo de irrigação e drenagem foram os principais fatores que aumentaram a vulnerabilidade do setor agrícola naquela região. 

O principal objetivo deste estudo foi realizar uma avaliação de adaptação multicritério baseada na comunidade no Delta do Nilo usando um questionário pré-definido. Uma lista de possíveis medidas de adaptação para o setor agrícola foi avaliada. 

Os resultados da pesquisa indicaram que os produtores do Delta do Nilo têm fortes percepções para agir positivamente no sentido de reduzir os impactos das mudanças climáticas. Eles refletiram a necessidade de melhorar sua capacidade de adaptação com base em:

  • mensagem científica clara, 
  • apoio governamental adequado para cooptar com os impactos negativos das mudanças climáticas.




Nesta postagem trouxemos, para análise e reflexão um estudo publicado no Journal of Environmental Sustainability investigou as Práticas de gestão agrícola e a sustentabilidade ambiental na Jordânia. Analisando suas relações com o desenvolvimento sustentável e o crescimento econômico.



3 - Práticas de gestão agrícola e sustentável na Jordânia: Estudo de caso.


Gestão Agrícola e Sustentável na Jordânia


Segundo o texto a Jordânia, como outros países em desenvolvimento, luta com desenvolvimento agrícola instável devido a várias pressões sobre o uso da água existentes (por exemplo, aumento da demanda de irrigação, a deterioração da qualidade da água, poluição industrial, transmitidas pela água de esgoto, etc.), bem como, os impactos das mudanças climáticas e barreiras biofísicas e socioeconômicas (por exemplo, o rápido crescimento populacional, desigualdades sociais, refúgios e migrações, recursos econômicos limitados, baixos níveis de tecnologia, limitações e estresses ambientais e pobreza generalizada).

Uma das questões-chaves de adaptação para o desenvolvimento sustentável do meio ambiente jordaniano é a conscientização dos agricultores sobre as economias de água e proteção ambiental a nível da exploração.
O objetivo do estudo foi apresentar uma análise descritiva para as práticas agrícolas convencionais adotadas no Vale do Jordão e explorar o potencial de adoção de novas tecnologias na gestão agrícola, juntamente com performances ambientais sustentáveis, como as prosseguidas pelo projecto “Improving the Environmental Sustainability of Irrigated Agricultural Production in Lebanon and Jordan (ENSIAP)”.

Para a realização da pesquisa Vinte agricultores foram selecionados para representar a heterogeneidade das práticas agrícolas ao longo das três zonas (distritos) de Jordan Valley: Norte, Médio e Sul.

Informa o periódico que um questionário detalhado foi desenvolvido para investigar os potenciais melhorias no convencional e as práticas agrícolas recentemente introduzidas para garantir a sustentabilidade de todos os recursos naturais. A heterogeneidade dos conhecimentos, experiência e capacidades dos agricultores foram determinadas, além de vários componentes de práticas de cultivo / agricultura.
Agricultura
Foto by RGS - Dutra

Sete temas foram enfatizados no estudo, incluindo:


  • (1) as características da fazenda,
  • (2) descrição do solo e de gestão,
  • (3) as características de culturas e de gestão,
  • (4) os parâmetros de irrigação de água,
  • (5) cultivo e fertilizantes,
  • (6) relação com questões ambientais, e
  • (7) experiência  do agricultor.

Para os autores os resultados indicaram que a maioria dos agricultores não estão plenamente conscientes das questões de sustentabilidade ambiental. Os sistemas de irrigação, uso de fertilizantes e práticas de gerenciamento atualmente em uso não são voltadas para a conservação dos recursos e não seguem as melhores práticas de gestão agrícola, levando a alta do solo e degradação da água subterrânea e poluição.



Referências: 


1. Attaher, SM, Medany, MA e Abou-Hadid, AF: Possible adaptation measures of agriculture sector in the Nile Delta to climate change impacts, Adv. Sci. Res., 3, 123-126.



2. ¿qué es la agricultura SUSTENTABLE? - Sustainable  Agriculture Research and Education - Disponível emhttp://www.sare.org/content/download/73098/1058050/Que_es_la_Agricultura_Sustentable.pdf?inlinedownload=1  Download File 


3. Al-Qinna, Mohammed I. Dr. e Salahat, Mohammed Ali Dr. (2017) "Investigando Práticas de Gestão Agrícola e Sustentabilidade Ambiental na Jordânia," Jornal de Sustentabilidade Ambiental : Vol. 5: Iss. 1, o artigo 1.




Compartilhe esta postagem em suas Redes Sociais!

.

Confira nas seções do Blog do Ensino de Ciências e Biologia publicações referentes a modelos de provas, exercícios, questões de concursos, vestibular e ENEM, conhecimentos pedagógicos e muito mais.


Aproveite e veja outras publicações!
Confira as mais lidas, as categorias ou as sugestões.
* Algumas questões foram retiradas de provas de concursos públicos em todo Brasil
Obrigado por sua visita.

. Postagens relacionadas, sugeridas e anúncios

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar no Google

Custom Search
 
Top